Rua Borges de Figueiredo, 303 – Sala 313 - São Paulo-SP 995089275 11 2062-6798

MEDIDAS DE SEGURANÇA EM ELEVADORES

Gostou? compartilhe!

MEDIDAS DE SEGURANÇA EM ELEVADORES

O elevador é considerado o meio de transporte mais seguro do mundo, desde que se tenha uma manutenção correta e periódica. Tem-se registrado, ultimamente, vários incidentes e alguns acidentes com elevadores. Esses acidentes têm-se tornado comuns, apesar de não serem divulgados, e para tanto tem que se tomar algumas medidas preventivas para se evitar tais problemas, tais como:

• Verificar se o elevador tem trepidações fortes ou dá trancos ao iniciar seu deslocamento, ou então, parte com a porta aberta;

• Contatar uma empresa de manutenção ou conservação idônea e cadastrada na Prefeitura, verificando também a qualidade de seus serviços em outros prédios;

• Verificar se no interior do elevador, próximo à botoeira e no motor da sala de máquinas, possui placa indicando sua capacidade, lotação máxima e contato com a empresa de manutenção;

• Orientar condôminos e funcionários para que fiquem atentos a qualquer anomalia no funcionamento dos elevadores, informando pormenores da irregularidade para que o técnico possa saná-lo o mais rápido possível e que também  não chamem o elevador desnecessariamente e nem apertem demasiadamente a botoeira de chamada;

• Providenciar para que as casas das máquinas, halls, cabina e poço estejam sempre secos e limpos, evitando-se que se atire lixo neste;

• Zelar para que, pessoas não autorizadas, tenham acesso aos equipamentos ou a casa de máquinas, e que sua chave fique em local seguro, devendo ser acessível somente a técnicos da empresa conservadora ou pessoas habilitadas;

• Ter em mãos os telefones da empresa conservadora e do Corpo de Bombeiros, para situações de emergência;

• Não transportar pessoas ou carga acima do limite de capacidade do elevador;

• Em caso de desnivelamento do elevador, maior do que 5 centímetros, desligá-lo imediatamente e acionar o técnico;

• Caso pessoas fiquem presas no elevador, deve-se tranqüilizá-las e chamar imediatamente a empresa de manutenção ou o Corpo de Bombeiros, evitando-se tirá-las por conta própria, pois o risco é muito alto;

• Em situações de incêndio deve-se não utilizar o elevador e estacioná-los no térreo.

È bom lembrar que o funcionamento dos elevadores além de ser um item importantíssimo de Segurança, é uma das obrigações legais do síndico, uma vez que, caso haja omissão por parte deste poderá acarretar-lhe responsabilidades civis e até penais.

 

(*) JOSÉ ELIAS DE GODOY é especialista de Segurança em Condomínios e autor dos livros “Manual de Segurança em Condomínios’’ e “Técnicas de Segurança em Condomínios”.Fale com ele pelo e-mail elias@suat.com.br 

 



Gostou? compartilhe!

Whatsapp Suat Whatsapp Suat